Em que posso ajudar?



Canais de Atendimento

Comercial - Antônio

Financeiro Larissa

Gerência

Plantão - Antônio

Cabelo verde na piscina: o cloro é o culpado?

Você mergulhou, nadou, brincou, se refrescou e quando saiu da água notou que ficou com o cabelo verde na piscina? Não se assuste, você não vai precisar cortar o cabelo nem fazer qualquer tipo de receita milagrosa para tirar o esverdeado dos fios. Neste artigo, nós vamos mostrar o que fazer quando isso acontece e desvendar, afinal, por que o cabelo fica verde na piscina. Confira!

O que causa o cabelo verde na piscina?

Aqui no blog, nós já falamos sobre alguns mitos e verdades que cercam as atividades na piscina. E entre eles, há um que sempre reaparece: o de que o cloro causa o cabelo verde na piscina.

Se você está entre as pessoas que acreditam que o cloro é o grande vilão responsável pelo cabelo esverdeado na piscina, saiba que não é bem assim! Na verdade, muito pelo contrário: ele não tem relação alguma com esse fenômeno.

O que ocorre é que o cabelo ganha esse tom esverdeado quando a queratina presente nos fios entra em contato com o cobre, um elemento presente em alguns produtos químicos, entre eles, no sulfato de cobre utilizado no tratamento da água da piscina.

Nesse sentido, quanto mais porosos estiverem os fios, mais fácil o cobre penetra e atinge a estrutura deles, causando o cabelo verde na piscina. Por isso, esse fenômeno ocorre mais comumente em cabelos quimicamente tratados, que são mais porosos que os naturais.

O que fazer para evitar o cabelo verde na piscina?

O primeiro passo para evitar o cabelo verde na piscina é ter atenção ao tratamento dela. Isso porque o sulfato de cobre é um produto encontrado nos algicidas, que são utilizados para prevenir o surgimento das algas na piscina. No entanto, quando o algicida é usado corretamente, não há com o que se preocupar.

Para evitar o surgimento de algas e garantir uma água que não provoque reações nos cabelos quimicamente tratados, o ideal é aplicar o algicida e esperar entre 12 e 24 horas para entrar na piscina. Com isso, as moléculas do produto já terão sido absorvidas pela água quando você entrar, evitando que o cabelo fique verde.

Manter os cabelos bem hidratados é outra forma de prevenir que eles fiquem verdes ao entrarem em contato com a água da piscina. Quando os fios estão ressecados e com as cutículas abertas, eles tendem a absorver mais a água e, consequentemente, os produtos presentes nela. Já ao hidratar os cabelos, as cutículas se fecham e os fios passam a absorver menos água.

Outra medida que pode ajudar é usar cremes específicos para piscina ou protetores solares, que são bons principalmente para quem tem cabelos loiros. Como esses produtos contêm filtros e óleos em sua composição, eles previnem que o sulfato de cobre seja absorvido pelos fios. Além disso, os protetores ainda impedem que os raios solares causem danos nos cabelos.

Por fim, outra prática que evita que os cabelos fiquem verdes na piscina é tomar uma ducha sempre antes de entrar no local. Dessa forma, os fios ficam molhados com água natural, evitando que a água tratada da piscina acabe sendo absorvida por eles. Já ao sair da piscina, repita a ducha e lave os cabelos com shampoo anti-resíduos.

Aliás, se os seus cabelos já adquiriram o tom esverdeado, esse produto também é o mais adequado para que eles voltem à coloração normal. Caso isso não adiante, você também pode procurar um cabeleireiro para que ele faça o processo de matização, com tonalizantes que neutralizam o tom esverdeado.

Agora que você já sabe tudo sobre cabelo verde na piscina, é só se prevenir para deixar suas madeixas sempre lindas!



Deixe uma resposta